Notícias
Baixa densidade muscular aumenta risco de hospitalização em idosos
16.04.18
www.g1.com.br

Baixa densidade muscular aumenta risco de hospitalização em idosos

Baixa densidade muscular aumenta risco de hospitalização em idosos

Segundo pesquisa da Associação Americana de Geriatria, o índice de densidade muscular que é medido a partir da quantidade de massa magra do corpo tem relação direta com risco de hospitalização.
A conclusão veio do acompanhamento de um grupo de mais de 3 mil voluntários com idades entre 70 e 80 anos por 5 anos.
Aqueles com menor massa muscular apresentaram um risco de internação hospitalar (que está diretamente relacionada à mortalidade) 50% maior do que os que tinham alta densidade muscular.

Os pesquisadores constataram que o melhor indicador para os idosos é a medida da capacidade muscular. A execução de movimentos simples como levantar-se e caminhar traduzem melhor a densidade muscular do que simplesmente a medida do tamanho dos músculos, anteriormente utilizada.

A perda de massa muscular se a atividade física não for mantida durante a vida pode chegar a mais de 50% da massa muscular da juventude.

Segundo os geriatras americanos, mais da metade dos idosos daquele país tem baixa densidade muscular, portanto risco de precisar ficar em um hospital aumentando seu risco de morte.

Observações como essa apontam para fatores de risco que podem ser revertidos aumentando não só a longevidade como principalmente a qualidade de vida dos idosos.

Um idoso com boa capacidade muscular é mais independente nas suas atividades diárias, aumentando sua qualidade de vida.

Por Luis Fernando Correia
Especial para o G1

Comente essa publicação